Latitude Infinita

O que olhar no seu Seguro Viagem

Primeiro de tudo: Não viaje sem seguro viagem. Eu vou lhe ensinar o que olhar no seu seguro viagem para que você possa ficar segurado. Entenda que você precisa tê-lo para evitar todo o tipo possível de dor de cabeça. Seguro viagem é aquele seguro que você paga e torce para nunca precisar usar. Entretanto, caso você precise usar, você necessita saber o que contratou e o que é coberto.





Fora do Brasil, os valores de serviços médicos são muito caros e eles não vão te dizer e perguntar se você quer ou não algum exame. Assim que você entrar em um hospital fora do país, é como se você assinasse um cheque em branco. Eles farão todos os testes possíveis para te ajudar, porem, o preço é bem salgado. Independente de qual localidade você for, lembre que o SUS do Brasil só funciona no Brasil (eu sei, parece bobeira dizer isso, mas as vezes pecamos pelo óbvio).


O que olhar no seu seguro viagem? 

Cobertura de assistência (por evento): não caia na besteira de pegar um que seja inferior a 50.000 mil dólares. Acredite, vendem por menos, mas não servirá para nada. O mínimo do mínimo que você deve pegar é de $ 50.000,00. Valendo de referência, que seria uma viagem turismo, sem esportes radicais. Para esportes radicais, tente pegar o maior valor do seu seguro viagem. Normalmente o maior valor é de $ 200.000,00.

1º Informação importante para se olhar: As grandes empresas de seguro, tem sua própria central de atendimento. Eu  te recomendo que usar uma empresa que tenha sua própria central de atendimento. O motivo disso? Imagine que você precisou ligar para a empresa lhe auxiliar quanto ao seu acidente. Lembre que você estará nervosa (o), com medo, irritada (o). Agora imagine se você ligou na empresa e esse telefone é de uma terceirizada que atende várias outras empresas de seguro.

Quando você esta passando por um problema, você quer falar com uma pessoa que atenda rápido e que tenha um tato contigo. Não que as terceirizadas não façam isso, mas eu, prefiro muito uma que de fato tenha sua própria central de antedimento.

o que olhar no seu seguro viagem

O que olhar no seu seguro viagem:

Lembretes e itens adicionais do seguro

Leia o seguro todo antes de comprar e antes de viajar. Você precisa ter em mente o que você tem coberto e quais são as cláusulas ali do seu contrato com eles.

Lembre-se: Seguro começa no dia que você sai da sua casa até o dia que você volta a sua casa. Coloque todos esses dias, não apenas os dias de sua chegada e saída do seu destino, ok? Lembre que você quer estar segurado, até para as questões de mala extraviada.

Itens adicionais que vão deixando seu seguro mais caro e as vezes você consegue escolher algum que não tenha um dos itens, porque você não vai precisar de fato. Exemplo se você não for gravida e tiver auxílio para. Alguns outros exemplos: Extravio de mala, assistência odontológica, assistência jurídica, reembolso para medicamentos, esportes radicais, auxílio para grávidas. 

Outro ponto é: Se você contratou um seguro viagem bem de turista e acabou se machucando esquiando. Porem, quando contratou seu seguro, você não informou que faria esportes radicais. Lamento te informar, mas o seguro não irá cobrir seu tratamento. Nenhum exame, nadinha. Então, se você acha que tem a possibilidade de fazer esporte radical, já compre seu seguro com esse adicional.

O que eu recomendo? Pesquise! Veja e leia tudo o que o seguro pode te oferecer, seus valores e suas opções de cobertura. Não compre o primeiro que encontrar porque estava barato, compre o que melhor se encaixar para você. Pesquise!

Imprima o seu cartão do seguro (um cartão que eles enviam com telefone de contato, seu número de seguro e etc) e deixe salvo o contrato em alguma plataforma (celular, tablet etc) ou o imprima. Carregue sempre junto contigo, junto com seu passaporte ou dentro da sua doleira.

o que olhar no seu seguro viagem

Seguro Viagem: Cartão de Crédito 

Esse é o item mais importante de todos que eu falei, para caso você use o seguro do seu cartão de crédito. Leia com atenção!

Nesse caso, você precisa ler e muito bem o contrato desse seguro. Acredite, você precisa ler e muito esse contrato e ter uma certa afinidade com burocracia. Porque caso você não o leia e queira utilizar, vai ter muita dor de cabeça e lembrará que eu te pedi pra ler.

Porque eu fico repetindo para você ler o contrato? Existem algumas regras que muita gente não leu, ou não conhece. E essas regras são as que delimitam o uso do seguro. E agora você vai precisar saber o que olhar no seu seguro viagem.

As regras abaixo são as que você precisa prestar atenção.

  1. A passagem aérea precisa ter sido comprada pelo cartão de crédito que você usará o seguro e pelo titular do cartão. Você até pode comprar o seguro para seus filhos e esposa (marido), mas nunca para terceiro (sobrinho, conhecido …). E leia se caso você compre para seus filhos, se de fato você ficará coberto. Alguns cartões não cobrem!
  2. Se você comprou sua passagem por milhas: aí você pode ter problema. Caso você vá utilizar esse seguro viagem, você terá que provar para o cartão de crédito que essas milhas eram todas do cartão de crédito e que nenhuma é remanescente de outro meio de pontuação. Exemplo: você abastece seu carro nos postos Ipiranga e coloca os pontos de vantagem, entretanto, você paga a gasolina com dinheiro. Nesse caso, se você transferiu essas milhas para a companhia aérea e utilizar para pagar as taxas do aeroporto com seu cartão de crédito segurado. Você não será segurado, não poderá usar o seguro do cartão. E só descobrirá isso, na hora que precisar.
  3. Se você parcelou a passagem aérea no cartão de crédito: caso você precise usar o seguro viagem, você vai ter que enviar o comprovante de pagamento da passagem até a última prestação. O que significa que se você parcelou e ainda está pagando as parcelas, você não tem direito ao seguro. Porem, você só saberá isso se ler o contrato, porque ninguém irá lhe dizer isso.

Vale a ressalva que para utilizar o seguro viagem do cartão de crédito, você ser das categorias Platinum ou Black do seu cartão de crédito. Para se entrar nessa categoria do seu banco, você precisa preencher alguns requisitos, então converse com seu gerente.

Nos casos de bandeira Mastercard Platinum, em sua maioria (verifique o seu, ok?) o valor de despesa médica é de $ 25 mil. O que, como você já leu no começo do post, eu não recomendo. Por ser um valor inferior ao mínimo (que eu considero mínimo). Já no Visa Platinum a cobertura médica é de $ 50 mil. O que já daria, na minha opinião. Porem, você tem que olhar as outras restrições que escrevi acima.

 

Ultimas recomendações e Intercâmbio

Por isso, novamente. LEIA o contrato do seguro que você for comprar ou o seguro do seu cartão de crédito, para você saber o que olhar no seu seguro viagem. Não saia do país achando que você está segurado e acabará descobrindo na pior hora possível, que não.

Desde 2016 é uma exigência que você saia do país com um seguro viagem. Eu nunca fui parada e questionada sobre o meu seguro viagem, porem, novamente. Fique coberto! Não tente dar uma de "ah, nem precisa! sou jovem", que você pode muito bem se machucar andando. Vide eu, que já quebrei o pé em 6 lugares e estava apenas andando (meu pé entrou em um buraco).

Os seguros de cartões de crédito, normalmente cobrem um período de 30 ou 60 dias. Mais dias que isso, você precisará contratar por um período estendido e ai recomendo, fortemente, que você compre em uma agência de seguros viagens. Principalmente se você esta indo como estudante.

Nos casos de intercâmbio, você é obrigado a mostrar o comprovante de seguro viagem. No primeiro dia de aula, se você já não enviou essa informação, eles irão lhe solicitar. Então, novamente, não dê bobeira de viajar sem isso.

Belezinha gente? Espero que tenha ajudado e que todo mundo compre seu seguro viagem com tranquilidade e conhecimento. Boa sorte em sua próxima viagem e até o próximo post de dicas de viagem.


Novo procedimento TSA
Flight Review: Como foi voar de Avianca
Experiência AIRBNB: Relatos de Viajantes